Uncategorized

Se você trabalha em uma boutique de fusões e aquisições, Private Equity, numa área corporativa de M&A, planejamento ou RI, provavelmente já se deparou algumas vezes com o assunto “tese de investimentos em M&A” para seu cliente ou sua empresa. Naturalmente, para desenvolver uma tese é inevitável passar por uma etapa longa de análise de dados e informações até se chegar numa conclusão e uma recomendação bem embasada de investimentos. Para isso, é extremamente importante ter a habilidade de ler a situação financeira de empresas Continue lendo

Todos os dias milhares de balanços são publicados na web em milhares de fontes diferentes. São informações relevantes que mostram detalhes operacionais e ajudam muito a identificar empresas com potenciais oportunidades tributárias e jurídicas. Como é muita informação em muitas fontes diferentes, o ideal é ter uma ferramenta como a Klooks, que é um grande agregador e tabulador de balanços. Mas se você preferir pode ir “no peito e na raça” também, só que vai ser impossível ter o volume de informações que uma ferramenta Continue lendo

Nos últimos anos vimos nascer um novo fenômeno no mundo financeiro: as fintechs. Aproveitando os gaps deixados pelos grandes players e a ascensão das novas tecnologias, estas empresas vieram equipadas com desenvolvimento lean, norteadas pela receita previsível e regadas de dinheiro de Venture Capital. Meios de pagamento, bancos digitais, câmbio e empréstimos são os principais setores onde elas estão. Recentemente fizemos um estudo muito legal sobre meios de pagamento, indo na mesma linha, desta vez vamos trazer análises das demonstrações financeiras de empresas muito quentes: Continue lendo

Para quem não conhece a Klooks, somos uma startup de big data e inteligência artificial investida pela Porto Seguro e pela Plug and Play Tech Center (fundo de investimentos do Vale do Silício) e somos focados em um problema muito relevante para equipes de análise de crédito de pessoas jurídicas: a estruturação de dados de demonstrativos financeiros. Ao longo de anos de trabalho, desenvolvemos múltiplos robôs especializados em coletar e estruturar demonstrativos financeiros disponíveis em fontes públicas. Formamos a maior base do Brasil com mais Continue lendo

A Klooks tem a maior base de demonstrativos financeiros do Brasil, contando com mais de 35 mil empresas de capital fechado monitoradas, número este que cresce a cada dia. Dentre as informações que conseguimos coletar estão o Prazo Médio de Pagamentos (PMP) e Prazo Médio de Recebimentos (PMR) das empresas. No case abaixo, analisamos os principais clientes da empresa, volumes vendidos para os mesmos no último ano e prazos de pagamento que eles tinham: Sabendo o custo financeiro da empresa e os prazos médios praticados Continue lendo

Demonstrativos financeiros de milhares de empresas de capital fechado numa plataforma que oferece recursos exclusivos de análise de informações.   Neste link tem um vídeo da nossa plataforma funcionando bem como um descritivo do tipo de empresas que estão compreendidas na mesma. Abaixo alguns links que falam sobre a utilidade da plataforma em atividades de M&A: Empresas com alta margem EBITDA – como encontrar Encontrando empresas de alto EBITDA e dívida cara Valuations e memorandos mais embasados

Áreas de planejamento constantemente precisam de informações de benchmarks de seu setor. É normal se deparar com questionamentos como: Como nossos concorrentes estão se comportando? Qual o market share de cada um? Qual o crescimento que podemos esperar de nossa equipe comercial? Algum concorrente tem margens melhores do que as nossas? O que eles estão fazendo? Quais taxas de juros nossos pares de mercado estão pagando? Será que não conseguimos melhorar? Nossa necessidade de capital de giro é muito alta, será que nossos concorrentes conseguiram Continue lendo

O cenário atual do crédito e da economia brasileira como um todo desencadeou um fenômeno nas finanças das empresas brasileiras, como atesta a pesquisa Klooks (veiculada inclusive na Exame): um efeito bola de neve nas despesas financeiras, multiplicando assim empresas com alto EBITDA e baixa liquidez. Como já diz o ditado, “onde há crise, há oportunidade”. No meio dessa avalanche econômica que vivemos, muitas empresas com alta margem EBITDA acabaram entrando de cabeça na ciranda do endividamento, conjecturando-se assim o cenário ideal para a entrada de Private Equities no Continue lendo