Estudos automáticos de pares de mercado: análise de crédito PJ com a Klooks

A inadimplência vem em escalada nos últimos anos no Brasil. As metas de análise de crédito estão cada vez mais desafiadoras. É imprescindível que os financiadores se aprofundem o máximo possível nos clientes e cuidem cada passo que dão. Existe uma técnica, ainda pouco utilizada devido a dificuldade de coleta de informação, mas que pode ajudar muito a prevenção dos riscos de crédito: as análises de pares de mercado (peer analysis, análise de benchmarks).

A Klooks desenvolveu uma ferramenta especialmente para peer analysis, que conta com demonstrativos financeiros de mais de 17 mil empresas de capital fechado e aberto sendo constantemente atualizados. Através da plataforma você consegue realizar análises setoriais automáticas, selecionando empresas por CNAE (ou uma combinação deles), região, faixa de faturamento ou qualquer combinação de parâmetros financeiros.

Com a ferramenta você consegue responder perguntas como:

  • Como o setor do cliente está se comportando? As margens vem subindo ou caindo? O setor vem crescendo?
  • Como está a performance do cliente em relação ao seu setor? Suas margens estão melhores? O crescimento está em linha?

Com a plataforma Klooks estas respostas vem em poucos cliques, de maneira fácil e estruturada, ajudando analistas de crédito a dimensionar melhor os riscos e prevenir a inadimplência.

Abaixo um vídeo bem curto mostrando a ferramenta funcionando.

 

Análise de riscos relevantes e operações estruturadas

Em casos de operações grandes, é imprescindível se munir de toda informação disponível para avaliar o crédito e entender o risco no detalhe. O setor está melhorando ou piorando? O mercado está em crescimento ou em retração? As margens estão se deteriorando ou estão ganhando corpo? Estas e outras perguntas ajudam a aguçar a percepção de risco e avaliar melhor o crédito, especialmente quando o analista de crédito se depara com situações de dúvida.

Análise de empresas que não tem balanço

“E agora, tenho que analisar o crédito para uma empresa mas ela não tem nem balanço”. Essa é uma situação normal no caso de bancos e fundos que atendem o mercado PME. Geralmente o analista olha se ela tem algum apontamento, se está em dia no BACEN e com o próprio banco.

Mas e se ela tem alguma questão no cadastro? Nega o crédito?

As vezes pode não ser a melhor decisão. E se o setor está em crescimento e as margens melhorando? Se a margem EBITDA vem crescendo de maneira pujante? A análise do setor pode ajudar a moldar essa opinião e ter mais segurança na hora de analisar empresas sem balanço.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *